Carregando...
 
Image


O Dia Mundial Sem Carro é um movimento que começou em algumas cidades da Europa nos últimos anos do século 20, e desde então vem se espalhando pelo mundo, ganhando a cada edição mais adesões nos cinco continentes. Trata-se de um manifesto/reflexão sobre os gigantescos problemas causados pelo uso intenso de automóveis como forma de deslocamento, sobretudo nos grandes centros urbanos, e um convite ao uso de meios de transporte sustentáveis - entre os quais se destaca a bicicleta.

A idéia principal do dia é fazer com que as pessoas pensem um pouco sobre o estilo de vida que levam, sobre a possibilidade de diminuírem o uso do carro (em face do trânsito pesado enfrentado nas cidades), ou mesmo, se possível, em substituir o possante por outro meio de transporte. A Bicicletada, por exemplo, é um movimento internacional que prega o uso da bicicleta como o principal meio de transporte das pessoas.

Rio Claro tem aderido de forma tímida, mas crescente a cada ano, às manifestações da Bicicletada, com campanhas e fechamento momentâneo de ruas para uso exclusivo de bicicletas. Em 2009, foi realizada a primeira bicicletada promovida pelos cicloativistas da cidade. Em 2010 será o primeiro ano da realização do pedal-manifesto intitulado Dia Mundial Sem Carro graças ao apoio e a realização do mesmo pela FPMTB - Federação Paulista de Mountain Bike, com a realização de campanha através de larga panfletagem pelo município.


!! BICICLETADA RIO CLARO !!

Image




Manifesto à Talita Barros


“Aquela menina, do joelho todo estourado, da beleza que se transforma em simpatia, aquela gatona, amiga, pessoa especial, que tenho a certeza que esta mais perto de Deus esperando que um dia nós nos encontremos.” (Frase retirada da comunidade da Talita no Orkut).

Talita Barros faleceu na sexta-feira, dia 05 de março, quando ia de bicicleta para o trabalho. A ciclista trafegava próxima ao meio fio quando o motorista a ultrapassou. Uma testemunha diz que o motorista bateu no guidão da bicicleta. Ela se desequilibrou, caiu e o coletivo passou por cima dela. Mais uma fatalidade no trânsito de Rio Claro para engordar as estatísticas. Porém, que não seja em vão! Que sirva como exemplo para o poder público enxergar a necessidade de se repensar à inserção do ciclista no trânsito, afinal, Rio Claro possui 18% da população que se locomove exclusivamente com bicicleta. A não ser que o número seja insignificante, invisível.

“Não clamamos por ciclovias, clamamos por respeito. As leis de trânsito colocam em primeiro plano o respeito à vida. As ruas são públicas e devem ser compartilhadas entre todos os veículos, como manda a lei e reza o bom senso. Porém, muitas pessoas não se arriscam a pedalar por medo da atitude violenta de alguns motoristas. Estes motoristas felizmente são minoria, mas uma minoria que assusta e agride.” (Trecho retirado do Manifesto dos Invisíveis)

Nos países europeus o pedestre tem a preferencial nos cruzamentos. Mas um fenômeno desses não acontece sem política pública. Em Brasília, pra não ficar só na distante Europa, os carros também têm que parar sempre que um pedestre bota o pé na rua. Mas isso só acontece porque houve uma campanha do Correio Braziliense, em 1996, que estimulou o governo distrital a aumentar a vigilância sobre os barbeiros depois de uma série de acidentes. Será que isto não se aplica em Rio Claro, a cidade das bicicletas?

Continuaremos sem diretrizes na área até quando? O ciclista continuará morrendo no trânsito desenfreadamente? Até quando? Até ser o filho de um dos "manda-chuvas"? Ou vão implantar ciclovias para "tapar o sol com a peneira", achando que isto resolverá todos os problemas? Dúvidas que não querem calar...

__

Todas as últimas sextas do mês, a partir das 17h os ciclistas já estão na Praça da Liberdade, em frente a Igreja Matriz, erguendo faixas de protesto, distribuindo panfletos e informando a todos sobre os objetivos da manifestação. Compareça!!

__

Histórico:

A partir do mês de Abril/2009 teve início a Bicicletada Rio Claro, todas as últimas sextas-feira do mês na Praça da Liberdade, em frente a Igreja Matriz. Os ciclistas se reúnem no local a partir das 17h para iniciar a manifestação pacífica, distribuindo panfletos, erguendo faixas de protesto e informando a todos os cidadãos sobre o objetivo da manifestação. Às 18h os manifestantes saem as ruas.

A atividade é livre para todas as idades, sexos e tipos de condicionamento físico, a pedalada é em rítmo leve, percorrendo não mais que 10km.

Ciclista, seja mais do que um mero biker, seja um cicloativista e contribua para uma mehoria na sociedade que você coexiste! Venha participar desta manifestação pacífica, em prol da conscientização do uso da bicicleta no trânsito. Vamos mostrar a todos que a bicicleta não congestiona, ela transita! Além de não poluir, contribuir para a melhoria da qualidade de vida, humanizar os relacionamentos e pacificar o trânsito, dentre outros inúmeros benefícios.

Image

- 1ª Edição da Bicicletada de Rio Claro


Vídeo no youtube: http://www.youtube.com/watch?v=38RltTBkv1A(external link)

Vídeo da Bicicletada de Agosto, com o tema "Fora Sarney": http://www.youtube.com/watch?v=WFbcqCuCfDY(external link)

Junte-se a nós nesta batalha!!


Vídeo da 1ª Bicicletada Pelada em São Paulo: http://www.apocalipsemotorizado.net/2009/03/11/um-video-obsceno(external link)

Maiores informações pelo: http://www.cbmtb.com/sp(external link)

Contato: ou (19) 3557-0992

Fotos de edições anteriores: http://cid-deac83cad402e908.skydrive.live.com/browse.aspx/Bicicletada%20Rio%20Claro?uc=11&isFromRichUpload=1&lc=1046(external link)

Contribuíram para esta página: claytondh , sandinista e fabianofaga .
Última modificação da página em Terça-feira 14 de Setembro, 2010 14:19:25 BRT por claytondh.